sexta-feira, agosto 24, 2007

Aos 5 meses de idade...

A minha filha é uma sobredotada: devora uns livros atrás dos outros!

Etiquetas:

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A leitura, como qualquer outra forma de interacção primordial com o mundo, para as crianças mais pequenas é feita através da boca. É a maneira de expressarem o seu interesse pelas coisas e devem ser-lhes dadas oportunidades de explorar livros (leia-se: mastigar, roer, pegar, abanar, rasgar...) para que criem com eles uma boa relação. Não há pior que retirar um livro das mãos de uma criança sob o pretexto de proteger a obra (a não ser que seja de facto uma edição rara). Por isso é que existem livros próprios para a infância, um pouco mais resistentes e com conteúdos capazes de falar à sua percepção do mundo! Assisti várias vezes à protecção descabida e desmesurada destes objectos em detrimento do desenvolvimento da criança... e isso resultará certamente num futuro fenómeno de rejeição, quando depois quiserem que elas leiam avidamente. Portugal deita-se na cama que faz e só lhe aconselho que observe bem onde são colocados os livros nas creches e J.I.'s (prateleiras absolutamente inacessíveis) antes de lá inscrever a sua menina. Porque ela tem tudo para ser sobredotada (a genética e a parentalidade contam imenso)!
Seria uma honra fazer-lhe o babysitting de borla, mas Coimbra ainda é longe...no entanto, a "sua" Universidade do Minho possui um vasto leque de sumidades ligadas à infância, vários projectos notáveis em curso e seguramente poderão informá-lo sobre os melhores serviços aí existentes. Se eu ainda for a tempo de apanhar o comboio do doutoramente "directo" (tenho média para isso e ainda sou "pré-Bolonha"), talvez vá para a UM, quem sabe, e se assim for, estarei ao seu inteiro dispor! :)

4:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home