terça-feira, agosto 29, 2006

Crónicas Americanas 2: Cody (Wyoming)


Cody é uma cidade de montanha à entrada do Parque Nacional de Yellowstone, mas é mais conhecida por ser a terra adoptiva do famoso William F. Cody (aka Buffalo Bill)(1846-1917), um personagem marcante do Oeste Americano e o exemplo acabado do espírito empreendedor dos Americanos. Sozinho, tornou-se responsável pela visão que os Americanos formaram do Oeste, ainda antes da era do cinema, da rádio e da televisão. No saloon que podem ver na fotografia de cima, agora restaurado para acolher turistas e motoqueiros, Buffalo Bill, Calamity Jane, Annie Oakley e outras figuras míticas do velho Oeste comiam, dormiam e, sobretudo, bebiam!

Por volta de 1880, Buffalo Bill montou um circo ambulante a que chamou Wild West e com o qual encenava as batalhas do passado entre cowboys e índios. O show foi crescendo e, no seu auge, incluía brancos, índios (o famoso chefe Touro Sentado!), negros, orientais e indianos, para além de uma panóplia de animais, desde o bisonte americano (búfalo) ao elefante asiático. Uma verdadeira excentricidade megalómana para a época.

William F. Cody encanta-me e decido aprender mais: compro uma autobiografia e vou visitar a Galeria de Arte adjacente ao Buffalo Bill Historical Center. Fico CHOCADO: o brilhante e extravagante pintor do expressionismo abstracto, Jackson Pollock , é natural de Cody! Sim, o revolucionário Pollock nasceu nesta terra perdida no Oeste!

Bem, ala para o Yellowstone que se faz tarde!

Etiquetas:

Crónicas Americanas 1: Thermopolis (Wyoming)


A viagem inicia-se pelo "cowboy country". A paisagem é retirada de um western e as cores dominantes são o castanho, o marrom, bege, terracota e o verde sujo (de pó). Todos os tons de castanho que possam imaginar. Uma estranha e avassaladora monotonia deixa adivinhar a dureza experimentada pelos primeiros exploradores da região. É notável, se bem que nada surpreendente, a coincidência entre a localização de cidades/vilas e os cursos de água. Os únicos locais em que os humanos se instalaram nesta região são os que se localizam próximo da água. Como há pouca água, o povoamento é escasso e concentrado.

As rancheiras da região informam-me que "Wyoming is beef country". That's Ok. Adoro bife. Thermopolis é uma pequena cidade simpática, com pouco mais de 3000 habitantes, mas que atrai turistas graças às suas "maiores nascentes de água quente do mundo". A publicidade é francamente exagerada e Thermopolis é apenas útil como local de repouso por uma noite entre Denver e o Yellowstone National Park.

Um pouco mais adiante, deparo-me com esta imagem bizarra. Nem quero imaginar o que se passa naquela habitação no cume da colina, mas o cenário de um filme de terror intromete-se nos meus pensamentos e adensa-se com a montanha de ossos à entrada deste rancho adjacente. Convenço-me que são apenas as vacas do anúncio anterior e prossigo viagem em direcção ao Yellowstone...

Etiquetas:

Música à Terça 15

Etiquetas:

segunda-feira, agosto 28, 2006

Um ano a tocar Um Piano na Floresta...

Este blog fez no passado dia 25 de Agosto um ano de existência. Quanto à minha experiência com blogs, já dura há 3 anos, depois dos dois anos de Angústias.

Etiquetas:

sexta-feira, agosto 04, 2006

USA Road Trip Nº 3


Depois de abandonar a ideia Alaska/Yukon, era necessário arranjar um destino alternativo igualmente inspirador. É a minha terceira road trip USA. Depois de uma viagem de costa-a-costa pelo Sul dos EUA e de uma visita a 8 estados do Sul (Florida, Georgia, Carolina do Sul, Carolina do Norte, Tennessee, Mississipi, Louisiana e Alabama), chegou agora a vez do coração da América (Wyoming, Idaho, Utah, Arizona, Novo México e Colorado), dos Parques Nacionais (Grand Canyon e Yellowstone), das cidades "excêntricas" (Salt Lake City, Las Vegas e Santa Fé) e do fabuloso Monument Valley (ver foto acima). Deixo-vos com o mapa possível do que está planeado, sendo que as estradas secundárias serão sempre preferíveis à auto-estrada. A partida para Denver é já na segunda-feira e o regresso no dia 28.

Etiquetas: