sexta-feira, maio 05, 2006

Ignorance is Bliss?

Ando deprimido com o ensino. Não é grande afirmação, sobretudo numa altura em que a maioria dos portugueses anda deprimida com tantos outros aspectos, mas sinto falta de uma chama que nos guie para um caminho melhor. A nível das universidades, já tive maiores alegrias do que tenho hoje. Fica aqui um exemplo do que digo; não o julguem como amostra representativa, mas apenas como um indício de um problema mais profundo...

Há um par de semanas, leccionava eu uma aula de Políticas Sociais para cerca de 30 alunos, em que se falava do peso do Estado, não apenas na Economia, mas também na vida do cidadãos, quando questionei os alunos sobre Eric Arthur Blair a.k.a. George Orwell...

Q: Já leram George Orwell?
R: ... (silêncio)
Q: Mas já ouviram falar...
R: ... (mais silêncio)
Q: Nunca ouviram falar das suas obras mais conhecidas, "1984" e "O Triunfo dos Porcos"? - insisti.
R: Não - responderam a medo.

Desisti. Que os alunos nunca tivessem ouvido falar de "Na penúria em Paris e Londres" ou "Homenagem à Catalunha", eu ainda compreendia. Já o facto de Big Brother ser, para eles, apenas um programa de televisão, é arrepiante! Como sugeriu o Prof. Medina Carreira esta semana, numa conferência a que assisti, as escolas e universidades portuguesas estão a criar e a reproduzir analfabetos, mostrando-se incapazes de inverter este ciclo de massificação de ignorantes encartados.

Etiquetas:

15 Comments:

Blogger katraponga said...

O título que deste a este post diz tudo. E o que mais custa é que eles nem sequer sabem o que perdem. Mais até do que cultura geral e bagagem historico-política, é imperdoável que desconheçam o puro prazer da literatura...

Ainda se estivesses a falar de alunos de um 9º ou 10º ano, ainda vá...

8:05 da tarde  
Blogger Sinistro said...

Tenho essa mesma sensação vezes sem conta... Ser um leitor compulsivo no nosso país é uma raridade, partilhar esse gosto um luxo!

10:17 da tarde  
Blogger jj said...

Been there, know the feeling... PREOCUPANTE, ALARMANTE, FRUSTRANTE de facto!...O que é que se faz nesses momentos??? Nunca percebi. De repente surge uma agitação que me domina, misto de raiva fervente e desejo de evasão... só me apetece fugir, apagar da memória o momento, o diálogo de surdos e até a existência desses meninos que nos governarão amanhã... Mas já tive pior, como aquele aluno universitário, futuro professor, que classificou uma forma verbal qualquer como adjectivo e achava que "açúcar" se escrevia "assucar" e um outro que confundia a contracção da preposição "a" com o artigo feminino com a forma impessoal do verbo "haver",e outro que... e outro... e outro... já para não falar nos "há-des", "vistes" e "fostes" tão típicos da oralidade nortenha... GGGGRRHHHH!!! A falar e a escrever assim (nem falemos do raciocínio...), querias tu que conhecessem o Orwell.. Achas sequer que lêem???(!!!)
Parabéns pelo blog. Gostei muito. Voltarei.

12:13 da manhã  
Blogger gotika said...

Sem comentários.

4:31 da manhã  
Anonymous claudia rodrigues said...

saí recentemente da faculdade de letras da universidade de lisboa. Vejo-me forçada concordar com tudo aquilo que disse. confesso que só ouvi falar de " na penúria em paris e em londres" com um docente brilhante (álvaro pina) em cultura inglesa. Contudo isto nao invalida que nao conhecesse algumas das obras de Orwell, incluindo aquela que supostamente inspirou o dito programa de televisão. O ensino português está a direccionar os seus alunos para o consumo de produtos medíocres. E após 4 anos de curso...essa foi a minha maior desilusão...a mediocridade cultural e intlectual que grassa no ensino superior. portanto...aqui tem uma aluna solidária!

1:31 da tarde  
Blogger Isobel said...

Não podia concordar mais com este post.
Sinto o mesmo, apesar de não ser docente. O investimento que está a ser feito actualmente no nosso ensino é dinheiro deitado à rua, pura e simplesmente.
Não se investe no mais importante: cultura e educação cívica. Os professores cedem às imposições de programas autistas feitos por pessoas autistas.
Daí que seja natural o que lhe sucedeu, penso eu, não deixando de ser assustador.

6:38 da tarde  
Blogger LN said...

Pois se concordo com o sentimento e, às vezes, alguma incredulidade que permanece, também me pergunto: e a seguir, depois de perceber que há um grupo de gente ali à mão, e que ainda não sabe? o que fazemos nós? pelo menos, quem está preocupado?

8:21 da tarde  
Blogger AEnima said...

Não desistas... se seria de todos nós sem professores inspirados?

5:11 da tarde  
Blogger Jazz Manel said...

Eu dou aulas de Ciências Naturais ao 7º e 8º ano, a propósito de um artigo (ambiente) sobre a Conferência de Bruxelas, lembrei-me de perguntar se sabiam em que país ficava, só para aí à 8ª tentaiva é que chegaram lá!...

1:20 da tarde  
Blogger Jazz Manel said...

Lembro-me que quando andava na FCUL, a A.E. organizava concertos, eu cheguei a actuar lá, havia ciclos de cinema, etc. Actualmente não se passa nada!...

1:22 da tarde  
Anonymous Daniela said...

Para que não fique completamente desiludido, eu, 20 anos, aluna do primeiro ano, li 1984 no 11º ano na disciplina de filosofia. Infelizmente, este tipo de iniciativas por parte dos professores não é minimamente apoiado... Mas,pelo que sei, valem a pena: toda a turma aderiu e foi deveras sensacional sentir que faziamos algo novo, que aprendiamos algo realmente importante e não que passávamos o tempo a "marrar" meia duzia de conceitos - dizem - fundamentais, enquanto as nossas capacidades críticas eram desprezadas, esquecidas.
Infelizmente, é esta situação a que mais se verifica no ensino superior, pela minha curta e acidentada experiência...

Cumprimentos

4:17 da tarde  
Blogger musqueteira said...

Viva,
O que não se entende...é que se temos tradição na literatura...
o que farão os restantes aos herdados livros?!...

8:32 da tarde  
Anonymous José da Silva Maurício said...

.
Pergunte a si próprio. Quem são os alunos que chegam à Universidade?

Os Pobres!? Não. São menos de um (1) por cento!!!

Os que andaram em Escolas Públicas ou Não-Públicas?

Já chega de perguntas. Vou dar-lhe a conhecer um PADRE QUE VALEU A PENA.

E no futuro poderá haver ALUNOS QUE VALHAM A PENA.

Aqui vai.

Talvez a ENERGIA NUCLEAR, que é muito perigosa, - http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1254471 – NÃO VENHA A SER NECESSÁRIA em Portugal. Porquê?


--- Concurso Solar Padre Himalaya - Edição 2006: Divulgação das ENERGIAS RENOVÁVEIS.

Em http://www.cienciaviva.pt/rede/energia/himalaya2006/home/

Ou em http://www.cienciaviva.pt/home/ / Concurso Solar Padre Himalaya / Uma iniciativa da SPES para a divulgação das energias renováveis, com o apoio da Ciência Viva.

Nota 1: Em 2005 inscreveram-se 70 Escolas. Em 2006 – e para quem não acredita em melhorias superiores a 100% - houve um AUMENTO SUPERIOR A 150%. Inscreveram-se 187 Escolas.

Nota 2: Padre Himalaia versus Energia Solar. Ver http://www.energiasrenovaveis.com/html/canais/destaques/destaques1204.asp

Nota 3: Uma FREGUESIA RENOVÁVEL. Ver http://www.energiasrenovaveis.com/html/canais/cr/cr.htm


PROPOSTA DE MELHORIA: As PRAIAS da costa Portuguesa estão a ser “COMIDAS” PELO MAR. Porque é que não constróiem DIQUES PROTECTORES que sejam PLATAFORMAS GERADORAS de ENERGIA DAS ONDAS?


ÚLTIMA HORA: MelhoriaS.

MELHORIA 3 – “Açores: Governo regional SUBSIDIA Energias Renováveis até 250 mil Euros”
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=114&id_news=226000

MELHORIA 2 – “Renováveis em força”, Investimentos de 2 mil milhões (2.000.000.000), http://www.correiodamanha.pt/noticia.asp?id=200413&idselect=11&idCanal=11&p=200

MELHORIA 1 - “Portugal vai ter MEGA CENTRAL SOLAR”, http://dn.sapo.pt/2006/04/28/economia/portugal_ter_megacentral_solar.html

Conclui-se deste artigo que há milhares de PROJECTOS PARA APROVAR mas na DGE (Direcção-Geral de Energia) deve haver muitos INCOMPETENTES ou devem ter TIRADO O CURSO UNIVERSITÁRIO A COPIAR!!!



EXTRA DOCUMENTO:


--- PUBLICIDADE ENGANOSA (Será?!): Paguem um ORDENADO DE SEIS MIL E CEM (6100) EUROS, mensal, a cada um dos TRÊS DAS JUNTAS de Freguesia: O Presidente, o Tesoureiro e o Secretário.

Nota 1 – Sejam eles de que Partidos forem.

Nota 2 – Sejam eles Doutores, Engenheiros ou tenham a 4ª classe.

? Porquê? Porque as Juntas de Freguesia são o PRIMEIRO PILAR DA GOVERNAÇÃO de um País.

Em http://www.correiodominho.com/noticia.ler.php?SD=24&IDTema=7&ID=20776
ou caso falhe em http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/arquivo/2005_04.html#565183


Braga, 19.4.2006

mauricio_102@sapo.pt

8:25 da tarde  
Anonymous José da Silva Maurício said...

.
PS: Não desanime porque a CULPA é da ....

"Vamos acabar com a Língua Portuguesa para salvar Portugal"!!

Ora confirma.

“Os ESPANHÓIS evoluem. Os PORTUGUESES regridem!! E deixem de culpar os Políticos e as Políticas!”.
.
Coitados dos Portugueses e Coitados dos Brasileiros! Coitados dos Angolanos e dos Moçambicanos! (os 4 Povos mais CORRUPTOS da/o Europa/Mundo).
.
Coitados também dos Monarcas!
.
E tudo por CAUSA da Língua Portuguesa e do CLERO de tempos idos da Igreja Católica.
.
MONARQUIA: "Rei-Nú", Eu i-rei, eu se-rei, eu ganha-rei, eu- cantarei (mas nunca realizo esse futuro), "Dó-Na" Maria II, “Dó-Na” Isabel I, “Dó-na” Filipa de Lencastre, etc, etc, etc.
.
MULHERES: “Dó-Na” Dores, “Dó-Na” Sara, “Dó-Na” Ofélia, “Dó-Na” Ma.ria, “Dó-Na Viole.ta”……. O meu “Namora-Dó”. O meu “Amá-Dó”. Ele/a (filho/a) “Dor-Mia”. Tanta tanta PENA delas.
.
POLÍTICOS: "Demo-Cracia" (poder do Demónio), "Dê-Puta-Dó", "Parti-Dó" (de "Quebra-Dó", de inútil), "Poli-Tico" (Tico & Teco. Dois Esquilos). “Sida-Dão”,
.

DOENTES: "Pensa-Dôr" (Gabriel o Pensa-Dôr que tinha dôr de cotovelo das Loiras), Desperta-Dôr, Trabalha-Dôr, Computa-Dôr, Desenha-Dôr, Mora-Dôr....... milhares.
.
ANIVERSÁRIO: Quantos ANÚS tens?!
.
OUTROS EXEMPLOS EM: "As PALAVRAS ÚTEIS Portuguesas estão, PRACTICA-MENTE, todas XUNGADAS!", http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt/2505.html
.
ÚLTIMA HORA: Os Europeus não caíram na “Ladainha do Coitadinho”. Estão a ajudar Portugal a ACABAR COM A LÍNGUA Portuguesa.
.
Ver: “Parlamento Europeu aprova INDICADOR DE COMPETÊNCIAS LINGUÍSTICAS que exclui língua portuguesa”, in http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1255406
.
e Ver: “Língua Portuguesa EXCLUÍDA”, http://jn.sapo.pt/2006/04/28/primeiro_plano/lingua_portuguesa_excluida.html
.

PS: Os ESPANHÓIS evoluem. Os PORTUGUESES regridem!!
.
DOM Juan Carlos. DOM Quixote de La Mancha. Etc, etc, etc.
.
“Dó-Na” Dores, “Dó-Na” Sara, “Dó-Na” Ma.ria. Etc, etc, etc. AXIOMA: “Um País vale o que valem as suas Mulheres”.
.
.
“A_Deus”.
.
.
mauricio_102@sapo.pt

8:27 da tarde  
Blogger M.M. said...

Caramba!
O Triunfo dos Porcos?! Já para não falar nos outros. É incrível como, com tanto acesso à internet, continuam sem conhecer certos autores.

8:28 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home