terça-feira, janeiro 10, 2006

Grrr...

Para si, Bolonha é:

a) Uma linda cidade de Itália
b) Uma sanduíche de paio
c) A vizinha boazona do 5º Esqº
d) Uma invenção de um grupo de burocratas de Bruxelas com o intuito de "torrar" a paciência à academia e estandardizar o ensino como quem determina o tamanho das pêras
e) Nenhuma das anteriores

Etiquetas:

10 Comments:

Blogger GI said...

Resposta:
d)
E pior que tudo um Ministério da Educação que não se define

6:37 da tarde  
Anonymous Pecola said...

Sabes o que eu acho? Maldita a hora em que começaram a achar piada a estatísticas de sucesso escolar.. Quando não o há, inventam.no. E cá vou continuando a pedir licença para dar aulas de mochila às costas, enquanto as minhas amigas já vão na 23ª prestação da casinha..

8:22 da tarde  
Blogger AEnima said...

para mim é a e) para além das 300 reunioes que a puta da universidade já me fez ir por causa disso, nunca levam em conta o que "o sangue novo" da casa tem a dizer... ou seja... vamos ter em aveiro um curso de economia com um minor em gestão que vai dar para ser TOC quer sair de lá e não vai saber quem é Keynes nem o que foi a quinta feira negra de 1929. Olha... esse assunto já me chateou tanto que agora já caguei para o assunto... já me resignei que os meus filhos em portugal váo ter um ensino de merda por isso já ando nas poupanças para os melhores colegios privados e universidades estilo harvard (não que a america seja exemplo de boa escolaridade para ninguem, mto pelo contrario, muito menos a inglaterra, mas o privado vai funcionando). Já agora fernando se pensas em ter filhos aconselho'te o mesmo e ainda mais 2 coisas: bom seguro de saúde e um bom plano poupança reforma... isto já para não dizer - sair do país que é o que mais me apetece ao passar de cada dia.

5:44 da manhã  
Blogger António A. Antunes said...

é uma massa

6:03 da tarde  
Blogger cooltourista said...

Para mim significa mais um ano de atraso de vida, que me vai forçar a tirar um mestrado que nunca desejei, coagida pelo facto de "ter de aproveitar" a transição "beneficiando" do 4+1 em vez de 4+2 porque os que vierem depois terão de fazer 3+2 e assim fico com o mestrado em apenas um ano...ou seja, já se instalou o oportunismo baseado no argumento de uma licenciatura não servir de nada.
Aos 28 anos não consegui ainda encontrar ninguém que, como eu, tenha passado por tanta reforma curricular, desde o meu 9º ano que as apanhei, umas atrás das outras, fui cobaia, fui tramada, fui e estou presa no sistema, não sei que mais fazer para poder parar de estudar (sem me tornar drop-out) e poder, finalmente, começar a minha vida activa.
Da maneira que tem sido, acho que depois de chegar ao fim do tal mestrado de um ano, previsto para o ano lectivo de 2007/2008, há-de aparecer uma nova proposta revolucionária a forçar-me ao doutoramento.
Cada vez penso mais a sério em tornar-me repositora do Carrefour.

7:01 da tarde  
Anonymous Pseudo Campónia said...

Resposta b...claro.

Pode ser com salada?

11:34 da tarde  
Blogger AEnima said...

cooltourista... não leves isto como uma ofensa... mas eu tb tenho 28 anos e não tive problemas com as reformas. Claro que desde pequena tive um objectivo na vida por isso vida a escola como uma coisa que tinha que fazer e ultrapassar para depois fazer as outras coisas que queria na vida... muitos dos meus colegas viam a escola como um hobby enquanto faziam o que realmente queriam na vida, cada um seguia o seu plano e por isso esses lá foram afectados pelas reformas... mas como a escola não era a prioridade deles, há muito a deixaram e estão a ter sucesso nas suas carreiras alternativas. Parece-me um pouco a mim que ainda andas perdido nos meandros do que realmente queres da tua vida, senão já tinhas despachado a escola e a universidade há uns anitos, não te parece? Eu não são muito a favor de políticos, mas tb não vou culpá-los por estar hoje com uma crise de fígado não é? Mais uma vez, eu nem te conheço, nem à tua vida, por isso nem é com a mínima intenção de criticar-te que digo isto. Cada um segue o seu caminho... descobre o teu e boa sorte! Beijinhos.

3:12 da manhã  
Blogger Pedro said...

e) uma hipotese de criar um nivel intermedio de formacao, perfeitamente ajustada para muitas profissoes, e onde a formacao do 12º, mesmo as vias mais profissionalizantes, é insuficiente

5:46 da tarde  
Blogger Pedro said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

5:57 da tarde  
Blogger Pedro said...

mas claro, tambem F) de f.... para todo o processo de implementação do sistema.
E é verdade que nem para todas as formações 3 anos são suficientes ou que sejam processos "bi-etapicaveis"

6:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home